ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Ar inibina soro materno Uma concentração de 10 a 14 semanas de gestação, é associado com a pré-eclampsia.

Ar inibina soro materno Uma concentração de 10 a 14 semanas de gestação, é associado com a pré-eclampsia.



Inibina A e soro materno livre beta gonadotrofina coriônica humana (beta-hCG) foram medidos em 759 cromossomicamente normais, gestantes de 10-14 semanas de gestação. Havia nove que posteriormente desenvolveram pré-eclampsia e nestas mulheres a inibina A concentração de soro materno foi significativamente maior do que nos controles normotensos.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed?term=Raised%20maternal%20serum%20inhibin%20A%20concentration%20at%2010%20to%2014%20weeks%20of%20gestation%20is%20associated%20with%20pre%C2%ACeclampsia.%22

VEJA TAMBÉM:

  • Doppler das artérias uterinas e marcadores bioquímicos (PAPP-A, PIGF, sFlt-1, P-selectina, NGAL) a 11 + 0-13 + 6 semanas em predição de tardio (> 34 semanas), pré-eclâmpsia.
  • Materna sem soro beta-hCG em 10 a 14 semanas de gestação em trissômicas gestações gemelares.


  • Texto Original



    Maternal serum inhibin A and free beta human chorionic gonadotrophin (beta-hCG) were measured in 759 chromosomally normal, pregnant women at 10-14 weeks of gestation. There were nine who subsequently developed pre-eclampsia and in these women the maternal serum inhibin A concentration was significantly higher than in the normotensive controls.

    VEJA TAMBÉM:

  • A disfunção endotelial: Role na síndrome de pré-eclâmpsia materna e consequências a longo prazo para o sistema cardiovascular.
  • Densitometria pulmonar: por que, como e quando